Skip to main content
Version: v19 R8 BETA

Restaurar

4D lhe permite restaurar conjuntos inteiros de dados de aplicações no caso de que se apresente um incidente, independentemente da causa do mesmo. Podem ocorrer dois tipos principais de incidentes:

  • A parada inesperada de uma aplicação enquanto estiver em uso. Esse incidente pode ocorrer por causa de uma falha de energia, erro em um elemento do sistema, etc. This incident can occur because of a power outage, system element failure, etc. In this case, depending on the current state of the data cache at the moment of the incident, the restore of the application can require different operations:

    • Se a cache estiver vazia, a aplicação abre normalmente. Quaisquer mudanças feitas na aplicação foram registradas. Este caso não exige nenhuma operação particular
    • Se a cache conter operações, o arquivo de dados está intacto mas exige integrar o arquivo de histórico atual.
    • Se a cache estiver no processo de ser escrita, o arquivo de dados está provavelmente danificado. O último backup deve ser restaurado e o arquivo de histórico atual deve ser integrado.
  • A perda dos arquivos de aplicação. This incident can occur because of defective sectors on the disk containing the application, a virus, manipulation error, etc. The last backup must be restored and then the current log file must be integrated. O último backup deve ser restaurado e o arquivo de histórico atual deve ser integrado. Para descobrir se uma aplicação foi danificada em um incidente, relance a aplicação com 4D. O programa realiza um autodiagnóstico e detalha as operações de restauração necessárias. Em modo automático, essas operações são realizadas diretamente sem precisar de ajuda da parte do usuário. Se uma estratégia de backup foi colocada em prática, as ferramentas de restauração de 4D permitem que recuperem a aplicação (na maioria dos casos) no mesmo estado em que estava antes do incidente.

4D pode lançar procedimentos automaticamente para recuperar aplicações depois de incidentes. Esses mecanismos são gerenciados usando duas opções disponíveis na página Backup/Backup & Restore das Propriedades. Para saber mais, veja o parágrafo Automatic Restore.
Se o incidente for resultado de uma operação inapropriada realizada nos dados (apagar um registro, por exemplo), pode tentar reparar o arquivo de dados usando a função "rollback" no arquivo de log. Essa função está disponível na página Rollback do MSC. Essa função está disponível na página Rollback do MSC.

Restaurar manualmente o backup (diálogo padrão)

Pode restaurar manualmente os conteúdos de um arquivo gerado pelo módulo de cópia de segurança. Uma restauração manual pode ser necessária, por exemplo, para restaurar os conteúdos completos de um arquivo (arquivos projetos e arquivos anexos) ou, para o propósito de realizar pesquisas entre os arquivos. A restauração manual pode também ser realizada junto com a integração do arquivo de histórico atual.

A restauração manual de backups pode ser realizada via a caixa de diálogo de Abertura de documento ou através da página Restore do MSC. A restauração através do MSC oferece mais opções e permite pré-visualizar os conteúdos dos arquivos. Por outro lado, só podem ser restaurados os arquivos associados à aplicação aberta.

Para restaurar a aplicação manualmente vai uma caixa de diálogo padrão:

  1. Escolha Restaurar... no menu da aplicação 4D File. Não é obrigatório que um projeto de aplicação esteja aberto OR Execute the RESTORE command from a 4D method. Uma caixa de diálogo de abertura de arquivos vai aparecer.
  2. Selecione um arquivo de backup (.4bk) ou um arquivo de backup de histórico (.4bl) para ser restaurado e clique Abrir. Aparece um diálogo que permite especificar o local onde os arquivos serão restaurados. Como padrão 4D restaura os arquivos em uma pasta chamada Archivename (sem extensão) que fica do lado do arquivo. Pode exibir a rota:

Também pode clicar no botão [...] para especificar um local diferente. 3. Clique no botão Restaurar. 4D extrai todos os arquivos de backup do local especificado. Se o arquivo de histórico atual ou um arquivo de histórico de backup com o mesmo número que o arquivo de cópia de segurança for armazenado na mesma pasta, 4D examina seus conteúdos. Se conter operações não presentes no arquivo de dados, o programa vai perguntar se deseja integrar essas operações. A integração é feita automaticamente se a opção Integrar último arquivo de histórico... for marcada (ver Restauração automática).

4.(Opcional) Clique OK para integrar o arquivo de histórico na aplicação restaurada. Se a restauração e integração forem realizadas corretamente, 4D exibe uma caixa de diálogo indicando que a operação foi feita com sucesso. 5. Clique OK.

A pasta de destino é mostrada. Durante a restauração, 4D coloca todos os arquivos de backup nessa pasta, independente da posição dos arquivos originais no disco quando o backup começou. Dessa forma seus arquivos serão mais fáceis de encontrar.

Qualquer conteúdo relacionado aos arquivos de dados (arquivos e pasta Settings folder) são restauradas automaticamente em uma subpasta Data dentro da pasta destino.

Restaurar manualmente a cópia de segurança (MSC)

Pode restaurar manualmente um arquivo da aplicação atual usando a página Restauração do Centro de Manutenção e Segurança (MSC).

Integração manual do histórico

Se não tiver marcado a opção de integração automática de arquivo de histórico na página Restaurar do CSM (ver Integração sucessiva de vários arquivos de histórico), aparece uma caixa de diálogo de advertência durante a abertura da aplicação quando 4D advertir que o arquivo de histórico conter mais operações do que as que foram realizadas no arquivo de dados.

Para que esse mecanismo funcione, 4D deve poder acessar o arquivo de histórico em seu local atual.

Pode escolher se quer ou não integrar o arquivo de histórico atual. Não integrar o arquivo de histórico atual permite evitar reproduzir erros feitos nos dados.