Saltar para o conteúdo principal
Versão: v20

Depurador

O depurador é útil quando é necessário detetar erros ou monitorizar a execução de métodos. Permite-lhe percorrer o seu código lentamente e examinar a informação. Este processo é designado por "rastreio".

debugger-window-local

Chamando o depurador

Há várias formas de exibir o depurador:

  • Clicar no botão Trace na janela de erros de sintaxe
  • Utilizando o comando TRACE
  • Clicar no botão Debug na janela de execução do método ou selecionar o botão Run and debug... no editor de código
  • Utilizando Alt+Shift+Clique com o botão direito do rato em (Windows) ou Ctrl+Option+Cmd+Clique em (macOS) enquanto um método está a ser executado e, em seguida, seleccione o processo a rastrear no menu instantâneo:

open-debugger

  • Clicando no botão Trace quando um processo é selecionado na página Processo do Explorador de execução.
  • Adicionar um ponto de interrupção na janela do Editor de código ou nas páginas Break e Catch do Explorador de execução.

Quando chamada, a janela do depurador fornece o nome do método ou da função de classe que rastreia atualmente e a ação que causa o aparecimento inicial da janela do depurador. Por exemplo, na janela do depurador acima:

  • Clients_BuildLogo é o método que é rastreado
  • A janela do depurador apareceu porque detectou uma chamada para o comando C_PICTURE e este comando era um dos comandos a serem identificados

A exibição de uma nova janela do depurador utiliza a mesma configuração que a última janela exibida na mesma sessão. Se executar vários processos usuário, pode rastreá-los de forma independente e ter uma janela do depurador aberta para cada processo.

A janela do depurador é normalmente apresentada na máquina onde o código é executado. Com uma aplicação monousuário, é sempre apresentado na máquina que executa a aplicação. Com uma aplicação cliente/servidor, é apresentado:

  • no 4D remoto para o código que está a ser executado localmente
  • na máquina do servidor para o código em execução no servidor (por exemplo, um método com a opção executar no servidor).

Se o servidor estiver a funcionar sem interface, não pode ser apresentada qualquer janela do depurador no servidor, pelo ser necessário utilizar o depurador remoto. Consulte Depuração a partir de máquinas remotas.

Botões da barra de ferramentas

A barra de ferramentas do depurador inclui vários botões, associados a atalhos predefinidos:

execution-control-toolbar-buttons

Os atalhos padrão podem ser personalizados na página Atalhos da caixa de diálogo Preferências.

Retomar execução

Interrompe o modo de rastreamento e retoma o curso normal da execução do método.

Shift + F5 ou Shift + clicar no botão No Trace retoma a execução. Também desativa todas as chamadas TRACE subsequentes para o processo atual.

Executar passo a passo

Executa a linha de método atual, indicada pelo contador de programa (a seta amarela). O depurador passa para a linha seguinte.

O botão Executar não entra em sub-rotinas e funções, mantém-se ao nível do método que rastreia atualmente. Se pretender rastrear também as chamadas de sub-rotinas e funções, utilize o botão Passo a Passo detalhado.

Na depuração remota, se o método for executado no servidor, o método principal é chamado após a execução da última linha do método secundário. Se o método principal for executado no lado remoto, o botão Executar passo a passo tem o mesmo efeito que o botão Retomar execução.

Passo a passo detalhado

Quando uma linha que chama outro método (sub-rotina ou função) é executada, clique neste botão para exibir o outro método e percorrê-lo.

O novo método se torna o método atual (superior) na janela de cadeia de chamadas da janela do depurador.

Ao executar uma linha que não chama outro método, este botão tem o mesmo efeito que o botão Executar passo a passo.

Abortar

Interrompe a execução do método e regressa ao estado anterior ao início da execução do método:

  • Ao rastrear um método formulário ou um método objeto em execução em resposta a um evento: pára e retorna ao formulário.
  • Ao rastrear um método em execução no ambiente do aplicativo: pára e retorna ao ambiente.

Abortar e editar

Pausa na execução do método. O método que está a ser executado quando se clica no botão Abortar e Editar abre-se no Editor de código.

Sugestão: utilize este botão quando souber quais as alterações necessárias no seu código e quando estas alterações forem necessárias para prosseguir o teste dos seus métodos. Quando terminar as alterações, volte a executar o método.

Editar

Pausa na execução do método. O método executado no momento em que se clica no botão Editar abre-se no Editor de código.

Se utilizar este botão para modificar um método, as modificações só entram em vigor na próxima vez que este for executado.

Dica: Utilize este botão quando sabe quais as alterações necessárias no seu código e quando estas não interferem com o resto do código a ser executado ou rastreado.

Botão Salvar parâmetros

Salva a configuração atual da janela do depurador e a torna a configuração padrão. Isto inclui:

  • o tamanho e a posição da janela
  • a posição das linhas de divisão e o conteúdo da área que avalia as expressões

Estes parâmetros são armazenados no projeto.

Esta ação não está disponível no modo de depuração remota (consulte Depuração a partir de máquinas remotas).

Janela de expressão

A janela de expressão é apresentado no canto superior esquerdo da janela do depurador, por baixo da barra de ferramentas de controlo da execução. Aqui um exemplo simples:

watch-pane

Este painel não está disponível no modo de depuração remota.

A janela de expressão exibe informações gerais úteis sobre o sistema, o ambiente 4D e o ambiente de execução.

A coluna Expression apresenta os nomes dos objetos e das expressões. A coluna Value apresenta os valores correspondentes actuais. Clicar em qualquer valor no lado direito do painel permite-lhe modificar o valor do objeto, se tal for permitido para esse objeto.

Em qualquer momento, pode arrastar e largar temas, sublistas de temas (se existirem) e itens de temas para a Janela de expressão.

Lista de expressões

Objetos linha

Este tema permite-lhe acompanhar os valores dos objetos ou expressões:

  • usado na linha de código a ser executada (aquela marcada com o contador de programa - a seta amarela no painel de código-fonte),
  • utilizado na linha de código anterior

Como a linha de código anterior é a que acabou de ser executada antes, este tema mostra os objetos ou expressões da linha atual antes e depois da execução da linha. Digamos que executa o seguinte método:

TRACE
$a:=1
$b:=a+1
$c:=a+b
  1. Uma janela Depurador é aberta com o contador do programa definido para a linha com a:=1. Nesta altura, é apresentado o tema Objetos Linha:

    $aIndefinido

    A variável $a ainda não está inicializada, mas é exibida porque é usada na linha a ser executada.

  2. Clique no botão Step Over. O contador de programa está agora definido para a linha b:=a+1. Nesta altura, o tema mostra:

    $a1
    $bIndefinido

    O valor da variável $a é agora 1. A variável $b ainda não está inicializada, mas é exibida porque é usada na linha a ser executada.

  3. Clique novamente no botão Step Over. O contador do programa está agora definido na linha com c:=a+b. Neste ponto, é exibido o tema Objetos de linha:

    $cIndefinido
    $a1
    $b2

    O valor da variável $b é agora 2. A variável $c ainda não está inicializada, mas é exibida porque é usada na linha a ser executada.

Variáveis.

Este tema é composto pelos seguintes subtemas:

SubtemaDescriçãoOs valores podem ser modificados?
InterprocessoLista de variáveis interprocessos que são utilizadas agoraSim
ProcessoLista de variáveis processo utilizadas pelo processo atualSim
LocalLista de variáveis locais utilizadas pelo método rastreadoSim
ParâmetrosLista dos parâmetros recebidos pelo métodoSim
SelfPonteiro para o objeto atual, quando se rastreia um método objetoNão

Os arrays, como outras variáveis, aparecem nos subtemas Interprocesso, Processo e Local, dependendo do seu escopo. O depurador apresenta os primeiros 100 elementos. Na coluna Valor, pode modificar os valores dos elementos array, mas não o tamanho dos arrays.

Para apresentar os tipos de variáveis e os seus nomes internos, clique com o botão direito do rato e selecione a opção Mostrar tipos no menu de contexto:

show-types-menu-item

Aqui está o resultado:

dynamic-variable-names

Valores actuais do formulário

Este tema contém o nome de cada objeto dinâmico incluído no formulário atual, bem como o valor da sua variável associada:

current-form-value

Alguns objetos, como os arrays list box, podem ser apresentados como dois objetos distintos, a variável do próprio objeto e a sua fonte de dados.

Constantes

Como a página Constantes da janela Explorer, esse tema exibe as constantes predefinidas oferecidas pelo 4D. As expressões deste tema não podem ser modificadas.

Semáforos

Este tema lista os semáforos locais definidos atualmente. Para cada semáforo, a coluna Valor fornece o nome do processo que define o semáforo. As expressões deste tema não podem ser modificadas. The expressions from this theme cannot be modified.

Processos

Este tema enumera os processos iniciados desde o início da sessão de trabalho. A coluna do valor apresenta o tempo utilizado e o estado atual de cada processo (ou seja, Executando, pausado, etc.). As expressões deste tema não podem ser modificadas.

Tabela

Este tema lista as tabelas e campos na base de dados 4D. Para cada item da tabela, a coluna Valor apresenta o tamanho da seleção atual para o processo atual, bem como o número de registos bloqueados.

Para cada item Campo, a coluna Valor apresenta o valor do campo para o registo atual (exceto imagem e BLOB). Pode modificar os valores dos campos, mas não as informações das tabelas.

Conjuntos

Este tema lista os conjuntos definidos no processo atual (aquele que está sendo rastreado) e os conjuntos interprocessos. Para cada conjunto, a coluna Valor apresenta o número de registos e o nome da tabela. As expressões deste tema não podem ser modificadas.

Seleções temporárias

Este tema lista as seleções temporárias definidas no processo atual (aquele que está sendo rastreado no momento); ele também lista as seleções temporárias entre processos. Para cada seleção temporária, a coluna Valor apresenta o número de registos e o nome da tabela. As expressões deste tema não podem ser modificadas.

Informação

Este tema contém informações gerais sobre o funcionamento da base de dados, tais como a tabela predefinida atual (se existir), espaço de memória físico, virtual, livre e utilizado, destino da consulta, etc.

Web

Este tema apresenta informações sobre o servidor Web principal da aplicação (apenas disponível se o servidor Web estiver ativo):

  • Arquivo Web para Enviar: nome do arquivo Web aguardando ser enviado (se houver)
  • Utilização da cache Web: número de páginas presentes na cache Web, bem como a sua percentagem de utilização
  • Tempo decorrido do servidor Web: duração da utilização do servidor Web no formato horas:minutos:segundos
  • Contagem de visitas à Web: número total de pedidos HTTP recebidos desde o lançamento do servidor Web, bem como o número instantâneo de pedidos por segundo
  • Número de processos Web ativos: número de processos Web ativos, todos os processos Web em conjunto

As expressões contidas neste tema não podem ser modificadas.

O menu contextual da janela de expressão oferece opções adicionais.

context-menu

  • Recolher tudo: Recolhe todos os níveis da lista hierárquica.
  • Expandir tudo: Expandir todos os níveis da lista hierárquica.
  • Mostrar tipos: Apresenta o tipo de cada item (quando apropriado).
  • Mostrar os números dos campos e das tabelas: Apresenta o número de cada tabela ou campo. Útil se trabalhar com números de tabelas ou de campos, ou com apontadores utilizando comandos como Table ou Field.
  • Mostrar ícones: Cada objeto é precedido por um ícone que indica seu tipo. Pode desativar esta opção para acelerar a visualização, ou simplesmente porque prefere utilizar apenas a opção Mostrar os tipos.
  • Tabelas e campos ordenados: Ordena as tabelas e os campos por ordem alfabética nas respectivas listas.
  • Mostrar números inteiros em hexadecimal: Os números são normalmente apresentados em notação decimal. Esta opção apresenta-os em notação hexadecimal. Nota: para introduzir um valor numérico em hexadecimal, digite 0x (zero + "x"), seguido dos dígitos hexadecimais.
  • Ativar a monitorização da atividade: ativa a monitorização da atividade (verificação avançada da atividade interna da aplicação) e apresenta as informações obtidas nos temas adicionais: Agendador, Web e Rede.

Painel da cadeia de chamadas

Um método pode chamar outros métodos ou funções de classe, que podem chamar outros métodos ou funções. O painel Cadeia de chamadas permite-lhe acompanhar essa hierarquia.

call-chain-pane

Cada item do nível principal é o nome de um método ou função classe. O item superior é o que é atualmente rastreado, o item seguinte do nível principal é o nome do chamador (o método ou função que chamou o que é atualmente rastreado), o item seguinte é o chamador do chamador, e assim por diante.

Na imagem acima:

  • thirdMethod não recebeu nenhum parâmetro
  • $0 está atualmente indefinido, porque o método não atribuiu nenhum valor a $0 (porque ainda não executou esta atribuição ou por o método ser uma sub-rotina e não uma função)
  • secondMethod recebeu três parâmetros de firstMethod:
    • $1 é um ponteiro para a tabela [Employee]
    • $2 é um ponteiro para o campo ID na tabela [Employee]
    • $3 é um parâmetro alfanumérico cujo valor é "Z"

Você pode clicar duas vezes no nome de qualquer método para exibir seu conteúdo no painel código fonte.

Clicar no ícone junto ao nome de um método ou função expande, ou recolhe os parâmetros e o resultado (se existir). Os valores aparecem no lado direito do painel. Clicar em qualquer valor do lado direito permite-lhe alterar o valor de qualquer parâmetro ou resultado de função.

Para visualizar o tipo de parâmetro, seleccione a opção Mostrar tipos no menu contextual:

call-chain-show-types

Depois de implementar a lista de parâmetros, você pode arrastar e soltar parâmetros e resultados de funções para o painel Custom Watch Pane.

Também pode utilizar o comando Get call chain para obter a cadeia de chamadas por programação.

Painel de Observação Personalizado

O Painel de controle personalizado é útil para avaliar expressões. É semelhante ao Watch Pane, exceto que aqui você decide quais expressões são exibidas. Qualquer tipo de expressão pode ser avaliado:

  • campo
  • variável
  • pointer
  • cálculo
  • Comando 4D
  • method
  • e qualquer outra coisa que devolva um valor

custom-Watch-pane

É possível avaliar qualquer expressão que possa ser apresentada sob a forma de texto. Isto não abrange os campos ou variáveis imagem e BLOB. Para visualizar o conteúdo do BLOB, pode utilizar comandos BLOB, tais como BLOB para texto.

Manuseamento de expressões

Existem várias formas de adicionar expressões à lista:

  • Arraste e solte um objeto ou expressão do painel Watch ou do painel Call Chain
  • Selecione uma expressão no painel Source Code e pressione ctrl+D (Windows) ou cmd+D (macOS)
  • Dê duplo clique em algum lugar no espaço vazio do Custom Watch Pane (adiciona uma expressão com um nome de espaço reservado que você pode editar)

Pode introduzir qualquer fórmula que devolva um resultado.

Para editar uma expressão, clique nela para selecioná-la e, em seguida, clique novamente ou pressione Enter em seu teclado.

Para excluir uma expressão, clique nela para selecioná-la e, em seguida, pressione Backspace ou Delete no teclado.

Aviso: Tenha cuidado quando avalia uma expressão 4D que modifica o valor de uma das variáveis de sistema (por exemplo, a variável OK) porque a execução do resto do método pode ser alterada.

O menu de contexto do Custom Watch Pane lhe dá acesso ao editor de fórmulas 4D e a outras opções:

custom-watch-pane-context-menu

New Expression: Insere uma nova expressão e exibe o 4D Formula Editor.

custom-Watch-pane-context-menu

Para obter mais informações sobre o Formula Editor, consulte o manual 4D Design Reference.

  • Inserir comando: Atalho para inserir um comando 4D como uma nova expressão.
  • Delete All: Remove todas as expressões do Custom Watch Pane.
  • Expressões padrão: Copia a lista de expressões do Watch Pane.

Essa opção não está disponível no modo de depuração remota (consulte Debugging from Remote Machines).

  • Collapse All/Expand All (Recolher tudo/Expandir tudo): Recolhe ou expande todas as listas hierárquicas.
  • Show Types: Exibe o tipo de cada item da lista (quando apropriado).
  • Show Field and Table Numbers (Mostrar números de campos e tabelas): Exibe o número de cada tabela ou campo do site Fields. Útil se você trabalhar com tabelas, números de campo ou ponteiros usando comandos como Table ou Field.
  • Show Icons: Exibe um ícone que indica o tipo de cada item.
  • Tabelas e campos ordenados: Apresenta a tabela e os campos por ordem alfabética.
  • Show Integers in Hexadecimal: Exibe números usando notação hexadecimal. Para introduzir um valor numérico em hexadecimal, digite 0x (zero + "x"), seguido dos dígitos hexadecimais.

Panel de código fuente

O painel Código-fonte mostra o código-fonte do método ou função que está sendo rastreado no momento.

Esta área também permite adicionar ou remover pontos de ruptura.

Tips

Passe o ponteiro do rato sobre qualquer expressão para visualizar uma dica de ferramenta que indica:

  • o tipo declarado da expressão
  • o valor atual da expressão

source-code-pane

Isto também funciona com as selecções:

source-code-pane-tip

Adição de expressões ao painel de controle personalizado

Você pode copiar qualquer expressão selecionada do painel Código-fonte para o painel Relógio personalizado .

  1. No painel de código fonte, selecione a expressão a avaliar
  2. Faça uma das seguintes opções:
    • Arraste e solte o texto selecionado na área Expression (Expressão) do Custom Watch Pane (Painel de observação personalizada)
    • Pressione Ctrl+D (Windows) ou Cmd+D (macOS)
    • Clique com o botão direito do rato no texto selecionado > Copiar para o painel de expressões

Contador do programa

A seta amarela na margem esquerda do painel Código-fonte é chamada contador de programa. Marca a linha seguinte a ser executada.

Por padrão, a linha do contador de programas (também designada por linha de execução) é realçada no depurador. Pode personalizar a cor de realce na página Métodos das Preferências.

Movendo o contador do programa

Para efeitos de depuração, é possível deslocar o contador de programa para o método no topo da cadeia de chamadas (o método atualmente em execução). Para o fazer, clique e arraste a seta amarela para outra linha.

Isto apenas diz ao depurador para prosseguir o rastreio ou a execução a partir de um ponto diferente. Não executa linhas nem anula a sua execução. Todos os parâmetros, campos, variáveis, etc. atuais não são afetados.

Por exemplo:

  // ...
If(This condition)
DO_SOMETHING
Else
DO_SOMETHING_ELSE
End if
// ...

Digamos que o contador de programas esteja definido na linha If (This condition). Quando você clica no botão Step over, o contador do programa passa diretamente para a linha DO_SOMETHING_ELSE. Para examinar os resultados da linha DO_SOMETHING, você pode mover o contador do programa para essa linha e executá-la.

O menu contextual do painel Código-fonte fornece acesso a várias funções que são úteis ao executar métodos no modo Rastreamento:

source-code-pane-context-window

  • Ir para definição: vai para onde o objeto selecionado está definido. Este comando está disponível para:
    • Métodos projeto: apresenta o conteúdo do método numa nova janela do editor de código
    • Campos: exibe as propriedades do campo no inspetor da janela de estrutura
    • Tabelas: apresenta as propriedades da tabela no inspetor da janela de estrutura
    • Formulários: apresenta o formulário no editor de formulários
    • Variáveis (local, processo, inter-processo ou parâmetro $n): apresenta a linha no método atual ou entre os métodos do compilador onde a variável é declarada
  • Pesquisar Referências (também disponível no Editor de Código): procura todos os objetos do projeto (métodos e formulários) nos quais o elemento atual do método é referenciado. O elemento atual é o elemento selecionado ou o elemento onde se encontra o cursor. Pode ser o nome de um campo, variável, comando, cadeia de caracteres, etc. Os resultados da pesquisa são apresentados numa nova janela de resultados padrão.
  • Copiar: cópia padrão da expressão selecionada no contêiner de dados.
  • Copiar para a janela de expressão: copia a expressão selecionada para a janela de avaliação.
  • Execute to cursor:Executa as instruções entre o contador de programas e a linha selecionada do método (onde está o cursor).
  • Set Next Statement:Move o contador do programa para a linha selecionada sem executar essa linha ou qualquer outra intermediária. A linha designada só será executada se o usuário clicar em um dos botões de execução.
  • Toggle Breakpoint (também disponível no Code Editor): Alternativamente, insere ou remove o ponto de interrupção correspondente à linha selecionada. Isso modifica o ponto de interrupção permanentemente: por exemplo, se você remover um ponto de interrupção no depurador, ele não aparecerá mais no método original.
  • Edit Breakpoint (também disponível no Code Editor): Exibe a caixa de diálogo Propriedades do ponto de interrupção. Quaisquer alterações efetuadas modificam permanentemente o ponto de interrupção.

Localizar seguinte/anterior

Os atalhos específicos permitem-lhe encontrar cadeias de caracteres idênticas à que foi selecionada:

  • Para procurar as cadeias de caracteres idênticas seguintes, prima Ctrl+E (Windows) ou Cmd+E (macOS)
  • Para procurar as cadeias de caracteres idênticas anteriores, prima Ctrl+Shift+E (Windows) ou Cmd+Shift+E (macOS)

A pesquisa só é efetuada se selecionar pelo menos um carácter no painel Código fonte.

Atalhos

Esta secção lista todos os atalhos disponíveis na janela do depurador.

A barra de ferramentas também tem atalhos.

Janela de avaliação e subjanela de avaliação

  • Um clique duas vezes em um elemento na janela de expressão para copiá-lo para a janela de avaliação
  • Um clique duplo na subjanela de avaliação cria uma nova expressão

Panel de código fuente

  • Clique na margem esquerda para definir ou remover pontos de quebra.
  • Alt+Shift+Clique (Windows) ou Option+Shift+Clique (macOS) define um ponto de interrupção temporário.
  • Alt-Click (Windows) ou Option-Click apresenta a janela Editar quebra para um ponto de quebra novo ou existente.
  • Uma expressão ou objeto selecionado pode ser copiado para a janela de avaliação personalizada através de um simples arrastar e largar.
  • As combinações de teclas Ctrl+D (Windows) ou Cmd+D (macOS) copiam o texto selecionado na janela de avaliação personalizado.
  • As combinações de teclas Ctrl+E (Windows) ou Cmd+E (macOS) localizam as cadeias de caracteres seguintes idênticas à que foi selecionada.
  • As combinações de teclas Ctrl+Shift+E (Windows) ou Cmd+Shift+E (macOS) localizam as cadeias de caracteres anteriores idênticas à selecionada.

Todas as janelas

  • Ctrl + +/- (Windows) ou Comando + +/- (macOS) aumenta ou diminui o tamanho do tipo de letra para uma melhor legibilidade. O tamanho de letra modificado também é aplicado ao Editor de código sendo guardado nas Preferências.
  • Ctrl + * (Windows) ou Comando + * (macOS) força a atualização da janela de expressão.
  • Quando nenhum objeto estiver selecionado nas janelas, pressionar Enter o fará avançar uma linha.
  • Quando um valor de item é selecionado, utilize as teclas de setas para navegar na lista.
  • Ao editar um item, utilize as teclas de seta para mover o cursor. Utilize Ctrl-A/X/C/V (Windows) ou Comandó-A/X/C/V (macOS) como atalhos para os comandos de menu Selecionar tudo/Cortar/Copiar/Colar do menu Editar.